6 ANOS DE BLOGUE!

6 ANOS DE BLOGUE!
Obrigada a todos os Visitantes, Seguidores e Amigos!

terça-feira, 22 de março de 2011

Estruturação do tempo

A forma como os profissionais organizam o sistema de calendário depende do conhecimento que têm dos alunos que os irão utilizar, das suas características e factores que as determinam, das suas necessidades, dos pressupostos básicos para a sua educação e da organização do ambiente de aprendizagem.


Sistema de Calendário - o que é

Amaral et al, (2004, p.185) referem que um sistema de calendário é constituído por um sistema de símbolos organizados sequencialmente, que representam actividades a realizar e auxiliam a criança a compreender o que vai fazer. Essas actividades repetem-se segundo determinada ordem, respeitando uma sequência pré-estabelecida e um horário definido.
Pode ter vários formatos e ser utilizado nos diversos ambientes frequentados pelos alunos.


Como organizar um sistema de calendário: 

Os sistemas de calendário devem ser organizados de acordo com as características individuais dos alunos e basearem-se nas rotinas diárias existentes. A sua elaboração exige planeamento e avaliação sistemática, sendo necessário tomar algumas decisões fase à organização, tais como: 
  • que actividades vamos incluir no calendário e qual a sua estruturação,
  • que o tipo de calendário vamos usar,
  • que símbolos vamos usar para representar as actividades,
  • quais as capacidades, interesses e motivações do aluno,
  • quais os procedimentos a desencadear na introdução de um calendário.

Tipos de símbolos a usar:
Os símbolos podem ser objectos, imagens ou palavras. A sua escolha depende das capacidades do aluno que o vai utilizar. Deste modo, na concepção dos calendários e tendo em conta as características individuais dos utilizadores (cognitivas, sensoriais e motoras), poder-se-á recorrer a pistas de objectos de referência, parte de objectos, fotografias, desenhos e dever-se-á sempre que possível relacioná-los aos símbolos gráficos e à palavra escrita, de modo a serem entendidas por um maior número de intervenientes.


Acróstico de calendário que se encontra em Amaral et al, (2004)
Comunicar, dialogando sobre cada actividade,
Antecipar o que vai acontecer,

Ler quando se associa a palavra à escrita,
Experimentar ao ter acesso a novas actividades/situações,
Noticiar quando se dá a informação sobre acontecimentos não previstos,
Descobrir o que vai acontecer de novo,
Aprender novo vocabulário,
Repetir situações que ocorrem diariamente,
Interagir com pessoas e ambientes,
Organizar a informação sobre os acontecimentos


Vantagens do uso de sistemas de calendário: 

A compreensão do tempo e dos horários contribui para que os alunos: 

  • se sintam seguros no ambiente o que lhes oferece maior estabilidade e segurança emocional;
  • consigam antecipar o que vai acontecer, compreendendo o que se passa à sua volta;
  • estruturar-se para que com, e em segurança, tenham condições para receber a informação, interpretá-la e expressar-se.
Para melhor compreender e antecipar os vários momentos de actividades e situações do dia-a-dia os alunos deverão ter horários e calendários que os auxiliem, principalmente na transição de uns momentos para os outros.

Desta forma os alunos podem envolver-se com maior intencionalidade nas actividades em que participam, uma vez que têm possibilidade de desenvolver competências de antecipação relacionadas com as sequências, tanto das situações e actividades, como das várias etapas necessárias para as cumprir e o tempo exigido.

O sistema de calendário pode contribuir, de forma determinante, para que os alunos compreendam as rotinas (inerentes tanto às situações como às actividades) e se envolvam nas mesmas com segurança.

Sem comentários:

Enviar um comentário