segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Adaptador para a escrita

Uma ideia simples pode favorecer a preensão (o ato de pegar no lápis) de adultos e crianças com disfunção motora: usar a mola de roupa!

Não precisa de mais nada, basta a mola:


sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Criança criou impressora de braille em Lego



Shubham Banjeree, uma criança de 12 anos da California, transformou um modelo de Lego numa impressora de braille. 


Com um modelo programável da Lego de 250 euros, o Lego Minstrom EV3, e alguns acessórios, abaixo dos 4 euros, Shubhan criou uma impressora de braille, que no mercado custa pelo menos 1500 euros. Chamou-lhe Braigo (Braille e Lego) e, em vez de comercializar a sua invenção, publicou na internet as instruções e o software para que qualquer um possa fazer o mesmo.
O utilizador insere as letras e a agulha da Braigo imprime as mesmas em braille. "Isto é tão simples, até a minha irmã consegue fazê-lo", diz Shubham no vídeo de demonstração.
Na página de Facebook da Braigo são publicados dados de relatórios da Organização Mundial de Saúde, que estimam haver 285 milhões de deficientes visuais em todo o mundo, 90% dos quais em países em desenvolvimento. Na mesma página , lê-se que o projecto "prova que uma impressora braille muito mais barata, para fins educativos e escolas, é exequível."

Fonte: DN Ciência

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

14 de fevereiro: HISTÓRIA DE S. VALENTIM



  • Diz-se que o imperador Cláudio pretendia reunir um grande exército para expandir o império romano.
  • Para isso, queria que os homens se alistassem como voluntários, mas a verdade é que eles estavam fartos de guerras e tinham de pensar nas famílias que deixavam para trás...
  • Se eles morressem em combate, quem é que as sustentaria?
  • Cláudio ficou furioso e considerou isto uma traição. Então teve uma ideia: se os homens não fossem casados, nada os impediria de ir para a guerra. Assim, decidiu que não seriam consentidos mais casamentos.
  • Os jovens acharam que essa era uma lei injusta e cruel. Por seu turno, o sacerdote Valentim, que discordava completamente da lei de Cláudio, decidiu realizar casamentos às escondidas.
  • A cerimónia era um acto perigoso, pois enquanto os noivos se casavam numa sala mal iluminada, tinham que ficar à escuta para tentar perceber se haveria soldados por perto.
  • Uma noite, durante um desses casamentos secretos, ouviram-se passos. O par que no momento estava a casar conseguiu escapar, mas o sacerdote Valentim foi capturado. Foi para a prisão à espera que chegasse o dia da sua execução.
  • Durante o seu cativeiro, jovens passavam pelas janelas da sua prisão e atiravam flores e mensagens onde diziam acreditar também no poder do amor.
  • Entre os jovens que o admiravam, encontrava-se a filha do seu carcereiro. O pai dela consentiu que ela o visitasse na sua cela e aí ficavam horas e horas a conversar.
  • No dia da sua execução, Valentim deixou uma mensagem à sua amiga (por quem dizem que se apaixonou), agradecendo a sua amizade e lealdade.
  • Ao que parece, essa mensagem foi o início do costume de trocar mensagens de amor no dia de S. Valentim, celebrado no dia da sua morte, a 14 de Fevereiro do ano de 269.

Histórias de amor famosas


 Clica aqui para leres as histórias de amor mais famosas, tais como:




    Helena de Tróia
    Foi raptada e provocou uma guerra entre gregos e troianos...



    Cleópatra e Marco António
    Cleópatra foi o último "faraó" do Egipto. Apaixonou-se por um imperador romano...



    Robin dos Bosques e Lady Marion
    Robin dos Bosques roubava aos ricos para dar aos pobres. O seu grande amor era Marion...



    Romeu e Julieta
    Filhos de duas famílias rivais, Romeu e Julieta apaixonam-se perdidamente...



    Sherazade e o rei Shahryar
    Decidida a não morrer às mãos do rei, começou uma emocionante história...

Jogo de S. Valentim!

Clica na imagem para jogar o puzzle de S. Valentim




Uma caixa cheia de chocolates com vários formatos caíram e cabe ao jogador colocá-los de volta no seu devido lugar. No final, o aluno simula que os come e o professor poderá premiá-lo com um chocolatinho verdadeiro! Não se esqueçam de lavar os dentes!
Este jogo permite melhorar as habilidades de reconhecimento de formas do aluno.