quinta-feira, 25 de março de 2010

Cuisenaire e o cálculo matemático

Feito originalmente de madeira, o Cuisenaire é constituído por modelos de prismas quadrangulares com alturas múltiplas da do cubo – representante do número 1 – em 10 cores diferentes e 10 alturas proporcionais. Tradicionalmente utilizado para trabalhar os primeiros números naturais, o material associa cada uma das réguas ao número que representa a medida do seu comprimento, considerando como unidade o comprimento da barra menor. De um modo geral, considera-se que os primeiros números devem ser trabalhados associados a materiais ligados à contagem. No entanto, o material Cuisenaire também constitui um bom material para trabalhar a composição e decomposição dos números.
H., 4º ano.
Exercício: "Sem repetires barras da mesma cor, de quantas maneiras diferentes podes representar o número 9?"
Folha de registo da representação do número 9.
Bom trabalho H.!

terça-feira, 23 de março de 2010

O coelho...

Objectivos da actividade: manusear diferentes materiais e técnicas, controlar a coordenação óculo-manual, desenvolver a motricidade fina, fomentar a linguagem, desenvolver a estruturação espacial, distinguir as cores, desenvolver as capacidades de observação/raciocínio/associação, desenvolver o sentido estético, desenvolver a capacidade de preparar, iniciar e organizar o tempo e o espaço necessários à realização de uma tarefa complexa, de forma a conseguir finalizá-la.
Pedi aos alunos que observassem esta imagem de um coelho e de um pintainho da Páscoa e que fizessem uma lista do material a usar .

Depois do material reunido foi só meter mãos à obra!

1º passo: Fazer os moldes em cartolina de acordo com a imagem, de forma a serem utilizados pelos alunos.
2º passo: o aluno desenha as figuras a recortar com a ajuda dos moldes.

3º passo: o aluno recorta todas as peças.

4º passo: o aluno organiza as peças recortadas e prepara-as para a colagem.

O J. está quase a terminhar o seu coelhinho da Páscoa. Muito bem!

O S. usou o furador na cartolina preta de forma a obtermos pequenos círculos para os olhos. Bem lembrado!

...e o pintainho da Páscoa

1º passo: organização do material necessário.

2º passo: construção e recorte dos moldes, a partir da imagem dada, de forma a serem usados pelos alunos.2º passo: o aluno faz o contorno do molde com a ajuda de um lápis.
3º passo: o aluno recorta todas as formas que desenhou com a ajuda dos moldes.
4º passo: organização de todas as peças recortadas.
5º passo: colagem de todas as peças de acordo com a imagem.
Trabalhos do 4º ano no nosso placard de exposição na E.B.1 do Agro.

A Páscoa no Jardim de Infância

Uma variante desta actividade pode passar por pedir à criança que rasgue e faça pequenas bolas de papel crepe colorido para depois as colar na figura em cartolina até a preencher na totalidade.

A I. do Jardim de Infância das Laceiras também foi capaz de colar no lugar correcto todas as partes da cara do coelho.
Ter a imagem ao lado também ajudou muito. Bom trabalho!

Primavera em flor

Objectivos da actividade: manusear diferentes materiais e técnicas, controlar a coordenação óculo-manual, desenvolver a motricidade fina, fomentar a linguagem, desenvolver a estruturação espacial, desenvolver o sentido estético e fomentar a auto-estima.
Na E.B.1 do Pinheiro ajudámos a embelezar esta árvore com flores artificiais.
Não é fácil dar nós, mas o J. não desiste à primeira! Bom trabalho!

domingo, 21 de março de 2010

Vamos fazer exercício!

Na E.B.1 do Pinheiro, o jardim é grande e propício a jogos e brincadeiras. Quando o tempo ajuda, o J. adora jogar raquetes com os colegas na hora do recreio.

Apanha lá esta J! A professora até nem está muito "enferrujada" pois não?

Foi um jogo divertido e com muitos benefícios para o J.


É importante jogar ténis?

Cientistas e médicos de todo o mundo confirmam que o ténis é uma das atividades físicas mais saudáveis para se praticar. O ténis oferece grandes benefícios físicos e psicológicos para as crianças.
- Beneficios físicos do ténis: capacidade aeróbica, força muscular, coordenação dos movimentos, velocidade, agilidade, flexibilidade, etc.
- Beneficios psicológicos do ténis: desenvolvimento da disciplina e da aprendizagem do jogo, reforça o valor do trabalho e do esforço, cria um sentido competitivo íntegro, estimula o trabalho em equipe, desenvolve habilidades sociais, melhora a autoestima, a segurança e a diversão. (in guiainfantil.com)

sexta-feira, 19 de março de 2010

Dia Mundial da Árvore 21 Março

Para comemorarmos o Dia Mundial da Árvore, uma das actividades que realizámos foi um diálogo sobre a importância da Floresta. O A. e o J. deram a sua opinião :

O que não devemos fazer

- poluir a floresta;

- cortar árvores;

- atirar cigarros;

- fazer fogueiras nas matas.

O que devemos fazer

- limpar a floresta;

- plantar árvores:

- proteger os ninhos dos passarinhos.

Outra actividade que fizemos foi a representação de uma árvore através de diversos materiais.

Dadas as dificuldades do aluno no recorte, forneci ao A. do 1º ano uma árvore constituída pelo tronco em cartolina castanha e pela folhagem em cartolina verde.

Após ter colado as duas partes, o A. rasgou bocadinhos de papel crepe verde e fez pequenas bolinhas. Foi um pouco difícil terminar esta etapa da tarefa dada a dificuldade de atenção/concentração e agitação psicomotora mas tudo muda de figura quando se passa...

à colagem!
Com a ajuda de um pincel, o A. colou todas as bolinhas na árvore de forma a dar-lhe relevo.
Acidentes à parte (porque isto de mexer em cola exige muita atenção), a tarefa terminou. Só que o nosso A. não estava nada contente com a sua árvore. Decidiu que teria de ser uma árvore de fruto.
Felizmente levava na pasta um restito de papel crepe cor-de-laranja. Mesmo assim teria de ser uma macieira dizia o António... foi o que se pôde arranjar...
Claro está que a parte mais emocionante é a exposição da nossa obra. O A. já estava em cima da cadeira enquanto eu procurava os pioneses. Ufa!
Está pronto!

terça-feira, 2 de março de 2010

Jogo: desenvolvendo competências e habilidades I

Os jogos formam uma poderosa ferramenta para optimizar o desenvolvimento cognitivo do indivíduo. Para além disso, promove a auto-confiança do aluno que tenta de novo, sem se preocupar com os erros e promove os relacionamentos interpessoais entre alunos e professor- que faz as orientações dos procedimentos do jogo- facilitando um melhor ambiente e uma melhor qualidade de ensino e aprendizagem na sala de aula

Objectivo da actividade: contribuir para fomentar a obediência às regras, o sentido de responsabilidade, estimular a criatividade e a iniciativa pessoal, propiciar um ambiente rico e complexo para a resolução de problemas, através da aplicação de regras lógicas, da experimentação de hipóteses e antecipação de resultados e planeamento de estratégias, estimular a capacidade de concentração e uma certa coordenação e organização.

O objectivo deste jogo é encaixar tetraminós, que são peças de diversos formatos que descem do topo de uma tela. Quando uma linha é completada, desaparece e dá pontos extra ao jogador. O jogo termina quando as linhas incompletas se empilham até o topo da tela do jogo. O caos das peças caindo aleatoriamente dá rapidamente lugar a um tipo de ordem. Isso dá ao jogador uma sensação de equilíbrio e organização.

J., aluno do 1º ano .

Jogo: desenvolvendo competências e habilidades II

Apresento aqui alguns jogos simples que favorecem o desenvolvimento perceptivo, cognitivo e da linguagem na criança. Vão encontrá-los na categoria Recursos... deste Blogue.
Neste jogo, a criança associa o animal ao seu habitat, vendo-o mudar à medida que selecciona o animal seguinte.
Este permite-nos ir às compras. Se identificarmos os pares de itens mudamos de loja e aumentamos a nossa pontuação.

Sem dúvida um jogo de estratégia! Um carro amarelo está encurralado num parque de estacionamento. Temos de ir movendo todos os outros veículos de forma a tirá-lo de lá. O nível de dificuldade vai aumentando.

Este jogo faz as delícias de qualquer menina que veste a boneca vezes sem conta usando inúmeras peças de vestuário e acessórios.

Por fim, um jogo de memória da quadra natalícia.